whomadewho – keep me in my plane (dj koze hudson river dub) (2009, gomma)

not so long ago, a floor pitched track by my good friend tiago @BNGTPDC [twitter sintax] @bar cinema passos manuel (porto), brought my attention and will to revisit some of the great old whomadewho remixes. the track was running man remixed by martin dawson & catz ‘n dogz.

in a weird way, this led me to an weird accident that occurred exactly 3 years ago in new york city.
a plane crash-landed the hudson river, fortunately there were no major casualties.
on the other hand, it also resulted in another brilliant whomadewho track, remixed by dj koze.

so, this is materializada’s tribute to the survivors, the deceased bird that caused the crash and personal heads up to tiago on another pearl of the whomadewho’s catalogue.

bar25 ‘tage ausserhalb der zeit’ * bar25 ‘days out of time’

regie: britta mischer, nana yuriko | drehbuch: britta mischer, nana yuriko | kamera: pepa meissner, alexander schmalz | schnitt: bobby good | musik: reecode
this is the highly anticipated documentary that brings us the story and, most probably subsequent, closing at the end august of the lengendary bar25 club in berlin. known as one the most charismatic techno place in the world, the grand opening took place in 2004 with a six-week-long, non-stop party. klenzendorf was the mentor behind this place with the circus and childhood theme, wich never abandoned this place.

the bar itself was really special, it was a sort of wooden shed that could be used only in summer. on the site there were also a music stage, a fireplace, a hostel with swimming pool and private accommodations, as many people lived on the premises also. toys such as swings or discarded dodgems gave the bar the appearance of a playground for adults. over the years,the most famous djs of the techno scene play in this incredible place.

along with this release comes a compilation of their inner circle of musicians with a unique assemblage of musical contributions from the long-time compatriots of this exceptional location. artists include: acid pauli, soil ain’t solid (feat. reecode), oliver koletzki, marcus meinhardt, nu (feat. joke), niconé & sascha braemer, dirty doering, nico stojan, channel x, britta arnold, daniel dreier & dale, jake the rapper, wareika, budzillus, kiki bohemia, hey-o-hansen, pilocka krach, jahcoozi, dop, lee jones, margaret dygas, don shtone, rizzoknor, beaner and capey cash.

personally, bar25 is one of the most singular, surreal, magical, mystical, special places i’ve been to and will surelly be carried on my mind and spirit for the years to come. anyways my thoughts, as derrick l. carter would say, are that this is: -not an end, but a beggining.

discos com um final feliz na picaria

o convite surge na troca de emails e em jeito de desafio; – achas que tens discos e quejandos para vender?

a ideia de um mercado de troca e venda de discos de vinil (ou melhor, mercado de troca e venda de vinil, cassetes, teclados e outra parafernália musical) não é nova , mas tendo em conta que é organizada e promovida pela matéria-prima e hang_the_dj, o caso muda de figura.

 

é verdade que a era digital chegou para ficar. e sim, é possivel comprar a nossa musica online na forma digital. em muitos casos até adquiri-la de forma gratuita (guilty as charged).

mas o verdadeiro entusiasta – estou a falar daquele que vive e respira música, adivinha temas de vinil pré-amados em caixas de plástico, com um aroma característico e velho das décadas de naftalina. lixos e tesouros da comunidade dos discos. lps de capas deformadas em caixotes organizados por género, ilhas em pilhas de titulos não triados, até que a dado momento e com um pouco de sorte se encontra a verdadeira pérola.

quanto à máteria: – estão todos convidados a pôr discos, cassetes, teclados e outra parafernália musical a girar de mão em mão.

a primeira edição do gira-discos é já dia 14 de abril, das 15h às 20h, na picaria, n.84, Porto.
inscrições e mais informações: gira-discos email | gira-discos facebook

uma cidade chamada porto (filmesdamente)

em jeito de celebração da conquista, por parte da cidade invicta, do mais recente titulo “european best destination 2012“, a materializada apresenta um vídeo de 2011, realizado por nuno rocha e victor santos sob a alçada da produtora, também ela portuense, filmesdamente.

partindo do desafio em filmar com a câmara sony pmw f-3 registamos vários momentos da vida de uma cidade. o amanhecer, o acordar, o viver e o anoitecer. o porto em 24 horas.

adotei um (grande) gadget

qual foi o gadget mais rapidamente adotado nos eua, nos ultimos 50 anos? muito provavelmente tem um logo de uma maça em cima, certo? -Nop.
a boombox entrou na vida dos americanos muito mais rapido que o iphone, wii, ou o walkman.
pessoalmente sempre adorei a ideia de ver pessoas a “explodir” a sua música e a forçar a sua arte de forma libertina aos ouvidos dos outros.

“it’s the boombox. the boombox. this startling revelation was brought to light in a paper in the journal of management and marketing research…for a little context, not only did it beat out the cellphone and the desktop computer but also every other variety of mobile music devices, of which i think we can all agree, the boombox is by far the least efficient and the most annoying.” – geekosystem.com

mais info: geekosystem article

se és amante da ‘pequenas’ caixas não te esqueças de visitar o ghettoblaster flickr group.
se és adepto dos melhores e mais modernos avanços do som portátil, então estás à procura da jambox ou do tdk three speaker boombox.

fuck yeah brutalism

presentemente já conta com mais de 500 ‘posts’ de devoção à arquitetura bête noire. e como se trata de um tumblr, a única grande referência na qual se apoia é o nome: Fuck Yeah Brutalism.

supera as inumeras mostras semelhantes pela sua própria integridade estética, usando em grande parte das apresentações fotos vintage. o sitio dispõe de uma pesquisa internacional muito abrangente, e completa com desenhos e modelos de projectos não realizados.

tudo isto era de esperar, ou não fosse o mentor do projeto, um docente da kent state university; architectural design & theory.

lugar de destaque no materializada blog hub, e aconselha-se a visita regular.

P28. outdoor

o projecto outdoor é o mais recente projecto da p28 – associação para o desenvolvimento criativo e artístico.

espera-se uma intervenção no espaço público por parte de dezoito artistas nacionais e estrangeiros, que ocupam o mesmo número de outdoors geralmente concebidos para publicidade que considerando as suas enormes potencialidades enquanto suporte de comunicação para as massas, adicionam a sua arte às estruturas consideradas menos nobres.

o projecto outdoor foi inaugurado dia 28 de fevereiro, estará em exibição nos suportes lisboetas até ao dia 31 de março. a sua segunda mostra tem lugar no porto e estará presente durante todo o mês de agosto.

artistas
adriana varejão[br], bedwyr williams[uk], chitra ganesh[us], erwin wurm[au], gabriela albergaria[pt], jesper just[dk], jorge molder[pt], leonid tishkov[ru], luisa cunha[pt], marcel van eeden[nl], mário feliciano[pt], miguel palma[pt], paulo mendes[pt], pedro cabral santo[pt], pedro cabrita reis[pt], r2 design[pt], susana anágua[pt], susanne themlitz[pt]

curadora convidada/guest curator: luísa santos [pt]
parcerias: liscont e jcdecaux.